Quem sou eu

Minha foto
Belem, PARÁ, Brazil
Graduado em Historia.

terça-feira, 22 de novembro de 2011

PROVA COM GABARITO 1ª ANO



INSTITUTO EDUCACIONAL “VERA LÚCIA”
DIRETOR: PAULO CEZAR.
DISCIPLINA:
PROFESSOR:
ALUNO (A):_______________________________________________________  
___ SERIE TURNO: (____) MATUTINO (____) VESPERTINO
BELÉM, _______ de ___________de 2011.

 


Retângulo de cantos arredondados: Feira Cultural:                                                                                                                           O   









4ª AVALIAÇÃO DE HISTÓRIA 1º ANO
OBS. Cada questão objetiva vale 0,5 pt., as subjetivas cada uma vale 1,0 pt., com exceção da 11º que vale 0,5. O total da prova 7,0 pts.,

INCAS, MAIAS e ASTECAS.

1 - Marque (V) ou (F) e posteriormente a única alternativa correta:
a)      (   ) a civilização Maia construiu um império semelhante ao império inca com expansão militar e ideologia;
b)      (...) os povos nômades eram compostos de tribos de caçadoras e coletoras, viviam em pequenos bandos e praticavam uma agricultura intensiva;
c)      (   )Os povos das altas culturas (Maias, Incas e Astecas), constituíram cidades, praticaram um agricultura intensiva e estavam submetidos a um Estado;
d)     (   ) os ameríndios das altas culturas era politeístas; pagavam tributos em forma de mercadorias e serviços aos governos como características e teocracia.
1 – ( X) FFVV
2 – (   ) FVFV
3 – (   ) VFVV
4 – (   ) FVVF
5 – (   ) VFFV.

2- Uma das civilizações mais brilhantes que se desenvolveu na América, anteriormente à conquista espanhola, foi a dos maias, que floresceu e encontrou seu declínio entre os séculos IV e XVI. À época da chegada dos espanhóis, esta civilização já apresentava evidentes sinais de decadência, tendo sido completamente arrasada no início do século XVI.                           FLÁVIO, Ricardo e Adhemar. História e Companhia. P. 106.
É INCORRETO afirmar:
     a) (   ) Os maias organizavam-se em cidades–Estado como Palenque e Tical.
b) (X) A chegada dos espanhóis levou a civilização maia à decadência.
c) (   ) A sociedade maia era estamental e rigidamente estratificada.
d) (   ) A civilização maia se desenvolveu na Península de Yucatan.
e)  (   ) Havia um rei, o Halac Uinic (“homem verdadeiro”), que detinha o poder         centralizado em suas mãos.
 3 -   Foi na região peruana de Cuzco, mais ao sul, que uma reunião de povos, por volta de 1200, deu início a uma civilização sob o domínio quíchua ou inca. No Império Inca estabeleceu-se um  poder político em que o imperador passou a ser considerado um semideus pelos súditos (era o “filho do Sol”). (...) Na base da sociedade estava a aldeia, chamada de ayllu, comandada por um curaca, encarregado de distribuir as terras, consideradas propriedades do imperador. Na aldeia, o curaca centralizava poder e riqueza, impondo o trabalho forçado. VICENTINO, Cláudio. História Integrada – 6ª série, Editora Scipione, São Paulo, 1996, p. 64,65

Marque a CORRETA:
a)      (    ) O território que compreendia o Império Inca era uma extensa faixa de terra banhada pelo Oceano Atlântico.
b)      (   ) O imperador – o Sapa Inca – tinha poderes limitados, já que os sacerdotes eram os verdadeiros detentores do poder.
c)      (   ) Os curacas eram os escravos que trabalhavam nos ayllus e, nas obras públicas geralmente prisioneiros de guerra.
d)       ( X ) Os incas foram os únicos entre os povos pré-colombianos que praticavam a domesticação e a criação de animais.
e      (    ) o Inca era o comerciante que tramitava entre os povos Maias, Incas e Astecas.

4 - Para poder consolidar seu poderio sobre aquela vasta área, os governantes astecas selaram uma série de alianças com as cidades de Texcoco e Tlacopan para atacar e submeter outras cidades consideradas poderosas e ricas em plantações.
a)      (   )Esse tipo de organização política foi denominado de República, e tinha sua sede na cidade de Tenochtitlán, e serve para caracterizar uma espécie de Estado presente;
b)      (   )Esse tipo de organização política foi denominado de Teócracia, e tinha sua sede na cidade de Tenochtitlán, e serve para caracterizar uma espécie de Estado presente;
c)      (   )Esse tipo de organização política foi denominado de Províncias, e tinha sua sede na cidade de Tenochtitlán, e serve para caracterizar uma espécie de Estado presente;
d)     (   )Esse tipo de organização política foi denominado de Prefeituras, e tinha sua sede na cidade de Tenochtitlán, e serve para caracterizar uma espécie de Estado presente;
e)      ( X  )Esse tipo de organização política foi denominado de Confederação, e tinha sua sede na cidade de Tenochtitlán, e serve para caracterizar uma espécie de Estado presente.
5 – A localização das altas culturas pré-colombianas: Maias, Incas e Asteca
1ª - Os (...) habitaram o vale do México, região muito pantanosa. Através de sucessivas guerras, pelas quais submeteram os povos vizinhos, formaram um império centralizado, passando a dominar todo o Planalto Mexicano;
2ª - Os (...) habitavam a região onde hoje está a Guatemala, parte de Honduras e de El Salvador e a Península de Tucatã, no México.
3ª - Os (...) habitavam no território que se estendia ao longo da Cordilheira dos Andes e incluía terras hoje pertencentes à Colômbia, Equador, Peru, Bolívia, Argentina e Chile.
a)      (   ) Incas – Astecas – Incas;
b)      (   ) Astecas – Incas – Maias;
c)      (   ) Maias – Astecas – Incas;
d)     ( X ) Astecas – Maias – Incas;
e)      (   ) Maias – Incas – Astecas.

6 - As investigações sobre o período pré-colonial atual no Brasil são realizadas por cientistas, sendo desenvolvidas em (...) sítios arqueológicos, locais onde se descobriram vestígios de ocupação humana:
a)      (   ) Sítios antropológicos, crônicas e mídia teleisiva;
b)      (   ) Sítios morfológicos, relatos, crônicas e escritas;
c)      (   )Sítios geológicos, relatos, fósseis e crônicas;
d)     X)Sítios arqueológicos, relatos, crônicas e escritas;
e)      (   )Sítios paleontológicos escritas dos índios.
7 – As diferenças entre as sociedades: pré-colombiana e pré-cabralinas.
a)      (   ) Podemos dizer que a organização social indígena na América Portuguesa era mais complexa em relação a América Espanhola, pois não havia Estado, construção de impérios como dos Incas, Maias e Astecas, que chegaram a erguer pirâmides e cidades. Entretanto, não podemos afirmar que os ameríndios da América Espanhola eram mais desenvolvidos em relação a América Lusa. Temos que considerar que as sociedades indígenas eram diferentes e com características próprias. Os índios pré-cabralinos viviam em comunidades isoladas, onde inexistia a propriedade privada dos meios de produção, sendo que a divisão do trabalho dava-se conforme o sexo e a idade.
b)      (  X ) Podemos dizer que a organização social indígena na América Portuguesa era menos complexa em relação a América Espanhola, pois não havia Estado, construção de impérios como dos Incas, Maias e Astecas, que chegaram a erguer pirâmides e cidades. Entretanto, não podemos afirmar que os ameríndios da América Espanhola eram mais desenvolvidos em relação a América Lusa. Temos que considerar que as sociedades indígenas eram diferentes e com características próprias. Os índios pré-cabralinos viviam em comunidades coletivas, onde inexistia a propriedade privada dos meios de produção, sendo que a divisão do trabalho dava-se conforme o sexo e a idade.
c)      (   ) Podemos dizer que a organização social indígena na América Portuguesa era menos complexa em relação a América Espanhola, pois havia Estado, construção de impérios como dos Incas, Maias e Astecas, que chegaram a erguer pirâmides e cidades. Os ameríndios da América Espanhola eram mais desenvolvidos em relação a América Lusa. Temos que considerar que as sociedades indígenas eram diferentes e com características próprias. Os índios pré-cabralinos viviam em comunidades coletivas, onde inexistia a propriedade privada dos meios de produção, sendo que a divisão do trabalho dava-se conforme o sexo e a idade.
d)     (   ) Podemos dizer que a organização social indígena na América Portuguesa era menos complexa em relação a América Espanhola, pois não havia Estado, construção de impérios como dos Incas, Maias e Astecas, que chegaram a erguer pirâmides e cidades. Entretanto, não podemos afirmar que os ameríndios da América Espanhola eram mais desenvolvidos em relação a América Lusa. Temos que considerar que as sociedades indígenas eram diferentes e com características próprias. Os índios pré-cabralinos viviam em comunidades coletivas, onde existia a propriedade privada dos meios de produção, sendo que a divisão do trabalho dava-se conforme o sexo e a idade.
e)      (   ) Podemos dizer que a organização social indígena na América Portuguesa era tão  complexa em relação a América Espanhola, pois não havia Estado, construção de impérios como dos Incas, Maias e Astecas, que chegaram a erguer pirâmides e cidades. Entretanto, não podemos afirmar que os ameríndios da América Espanhola eram mais desenvolvidos em relação a América Lusa. Temos que considerar que as sociedades indígenas eram congruentes nas características. Os índios pré-cabralinos viviam em comunidades coletivas, onde inexistia a propriedade privada dos meios de produção, sendo que a divisão do trabalho dava-se conforme o sexo e a idade.
8 - Quão o significado de GUERRA JUSTA?

R: Para os lusitanos, a guerra tornou-se uma excelente alternativa para o problema da mão-de-obra: os prisioneiros indígenas eram transformados em escravos. A chamada Guerra Justa legitimava a escravidão de todos os que se mantivessem hostis aos portugueses ou impedissem a propagação da doutrina cristã.

9 - Gonçalves Dias narrar a história de um índio da tribo tupi (I - Juca Pirama) que amparava o pai, velho e cego. Certa vez, quando caçava, foi capturado pelos timbiras. No momento em que seria morto, chora e pede ao chefe inimigo que o liberte para que possa cuidar do pai. Quando este morresse, ele voltaria para completar o ritual de sacrifício. O líder então o solta, mas antes por julgá-lo covarde e não querer manchar a história da própria tribo. O jovem reencontra o pai, e este percebe que o filho foi aprisionado. Mais tarde, descobre que ele chorou.
Com o texto acima disserte sobre o fato de Gonçalves Dias que foi debatido em sala de aula, alem de diferenciar sobre antropofagia e canibalismo?
R: - A dissertação é subjetivo com base histórico-antropologica, sem finalidade literária. O índio adequado a um forte sentimento de honra, simboliza a própria força natural do ameríndio, sua alta cultura acerca de seu povo representado no modo como este acata o “rígido” código de ética de seu povo. O índio brasileiro é um clone do cavaleiro medieval das novelas européias românticas como as de Walter Scott (literária). A diferença entre antro­po­fa­gia e cani­ba­lismo é que o cani­bal come porque neces­sita, porque está com fome. Já na antro­po­fa­gia o homem come porque acre­dita que os pode­res da “pessoa alimento” vai passar para ela.
                      SISTEMA POLIGÂMICO

10 – com relação a sociedade poligâmica associe este fato a economia e a organização social, assim como à escravidão transatlântica.
R: Como o trabalho coletivo e familiar era o meio para assegurar a produção agrícola, os povos da África Sub Saariana Ocidental tinham famílias numerosas, e com isso as mulheres eram valorizadas pela capacidade de terem várias gestações. Elas casavam-se normalmente tão logo pudesse engravidar. Os homens poderiam ter mais de uma esposa (poligamia), por isso, as mulheres serem muito disputadas entre eles. Há indícios que houve incentivo para a poligamia para que atendesse o mercado de escravo no transatlântico (Europa e Novo mundo). Este sistema para alguns cientistas sociais é conhecido como “Sistema de poligamia”. Ou seja, as barrigas das mulheres africanas se tornaram meios de produção de produtos (bebês) para o mercado de consumo, no caso escravista. Então quanto mais gravidez mais escravos para ser vendidos.

11 - A partir do século X, alguns reinos conseguiram dominar os outros e assim deram origem aos Impérios de
R: Ghana, Mali e Songhai

Nenhum comentário:

Postar um comentário